Pets da Maria: conheça Sundae, Nuvem e Ninho

Você já viu alguma empresa com mascote? Mas mascote mesmo, o bichinho de verdade, fazendo parte do dia a dia no trabalho. Pois eu vim te contar que essa prática tem ficado cada vez mais popular, e o motivo é científico. Bora entender melhor? 

Animais são sinônimos de amor, literalmente 

De acordo com estudos da Universidade de Azabu, no Japão, conviver com cães libera níveis maiores de oxitocina no corpo, nada mais, nada menos, do que o hormônio do amor. A oxitocina é a responsável por aquela sensação gostosa de bem-estar que sentimos depois de fazer algo que nos deixa feliz. Ela também ajuda a diminuir os níveis de cortisol, que estão relacionados ao estresse. Resumindo: ter um cachorro pode ajudar a diminuir a tensão no escritório. 

 

Mais produtividade e melhora na comunicação 

A Virginia Commonwealth University, nos Estados Unidos, também divulgou uma pesquisa interessante sobre o tema. O estudo foi feito com 76 funcionários de uma empresa americana, divididos da seguinte forma: 18 tutores de cachorro que passaram a levar os pets para o trabalho, 38 também tutores de animais, mas que não os levaram ao escritório, e 19 colaboradores que não conviviam com bichos de estimação. 

Os dados mostraram que tanto as pessoas que levaram os próprios pets para o trabalho, quanto aqueles que não levaram, tiveram aumento na produtividade. Isso se estendeu até para quem não tinha contato nenhum com bichinhos.  

Outro ponto interessante foi a melhora na comunicação interna. Randolph Barker, professor de administração na VCU e o principal coordenador do estudo, disse que os cães criaram interação entre grupos de setores distintos no escritório. Isso colaborou para o envolvimento da equipe e gerou mais engajamento nos projetos.  

 

Sundae, Nuvem e Ninho: nossos pets 

Aqui na Maria, somos pet lovers assumidos! Além de um doguinho, o Sundae, temos duas calopsitas, o Ninho e a Nuvem. Nosso escritório de operações fica em uma casa comercial com muito espaço interno e externo e os cuidados com os bichinhos são divididos entre todos.  

O Sundae, nosso dog, é um Jack Hussel. Ele tem muita energia, por isso precisa de bastante espaço para correr – e é o que faz por aqui quase o tempo todo. Não é à toa que essa é a mesma raça do cachorro do Máskara, aquele desenho famoso dos anos 90. Vê se dá pra resistir a essa carinha: 

As calopsitas possuem um ambiente só para elas dentro da casa. Como são parentes distantes dos papagaios, gostam muito de cantar e imitar sons. Se alguém da equipe assovia ou cantarola, elas já vocalizam em resposta. Olha só que fofuras: 

 

E aí, o que você acha dessa prática? Aqui, como deu para perceber, amamos e muito! Dá uma opinião aqui nos comentários.  

 

Beijinhos da Maria.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *