Maria-go-incremento-ganhos-franqueado-maria-acai-renda-extra

Maria Go, Mais Lucro para Franqueados Maria Açaí

Uma novidade exclusiva não apenas no franchising mas também entre franquias de açaí, o Maria Go é um creme de açaí com alta concentração de fruta na composição e pode ser comercializado preferencialmente por franqueados na modalidade B2B, ou seja, vendido pelo franqueado para outras empresas, possibilitando lucratividade ainda maior, na sua atividade de representante (franchising é uma forma de representação).

 

Ganhos Atuais na Maria Açaí

Recentemente tratamos no artigo “Franquia de Sorvete ou Franquia de Açaí? Eis a Questão”, a diferença de lucratividade entre sorvete ou sorvete de açaí e açaí artesanal, já se inicia em seus insumos. Mesmo que o açaí artesanal se refira ao fruto em estado in natura, há uma diferença de custo de produção significativa, uma vez que o açaí precisa passar apenas por um processo  de higienização, manejo artesanal com a extração da polpa, adição de xarope de guaraná e transporte sob congelamento (não precisa de conservantes).

Já o sorvete ou mesmo o sorvete de açaí, como mostrado no artigo acima, além de muito açúcar ou adoçante artificial, é encarecido também por ingredientes como gorduras, leite e compostos usados para dar aquele aspecto firme e encorpado que conhecemos.

Maria Go, incremento renda franqueados Maria Açaí
Infográfico resumo Maria Go, um incremento na renda do franqueado Maria Açaí

 

Diferenças de Custos entre Açaí e Sorvete

Diferenças de composição e cuidado com armazenamento são apontados como os principais motivos de se fazerem necessárias até 19 bolas de sorvete comum para obtenção de lucro de 6,97 reais, o que um franqueado Maria Açaí consegue com a venda de apenas 1 copo de açaí artesanal.

Tal desproporção fica mais acentuada quando consideramos a resistência do açaí artesanal da Maria Açaí à sazonalidade e sua característica de apelo saudável e de produto comercializado para todas as pessoas. Leia este artigo e obtenha mais detalhes.

Os ganhos atuais de um franqueado Maria Açaí podem chegar a 9 mil reais/mês, numa conta ‘pessimista’ e transparente. O faturamento, fica em torno de 600 mil reais em vendas ao ano, contra uma média de 700 mil anuais do segmento de sorvetes de açaí. Mas lembrando outra vez que você precisará vender menos açaí para obter o mesmo lucro, portanto, margem maior e menos esforço para você, sua família (no caso de uma gestão familiar) e equipe.

 

Microfranquia Maria Açaí Express

Na liderança de modelo de economia para franquias de entrada, a Maria Express é um modelo de microfranquia que pode ser implantado em um espaço mínimo de 9m², precisa de no máximo 2 funcionários e pode ser montado em estrutura comercial e residencial. Com custo inicial de 81 mil reais e foco em entregas via pedidos por aplicativos de entrega rápida, o modelo Maria Express tem se consolidado como alternativa preferida por candidatos interessados em franquia, mas ainda inseguros com o segmento.

Para se ter uma ideia, enquanto o custo médio dos modelos de entrada de franquias de sorvete inicia em 200 mil reais, sem incluir o capital de giro, com esse mesmo investimento é possível realizar seu sonho de ser um franqueado ou uma franqueada com o modelo da Maria Açaí usufruindo de modalidades como Take Away, Delivery e Grab N’Go (To Go). Com os mesmos duzentos mil reais você pode ter 2 modelos de Maria Express, gerenciar um deles com apenas 1 funcionário para reduzir custos e deixar a segunda unidade aos cuidados de filhos e cônjuge, tendo assim um negócio familiar, uma boa ideia pra quem deseja educar a família no mundo dos negócios. É perfeitamente possível e muito praticada, ainda, a terceirização da gestão a gerentes contratados, para lidar, assim, com as unidades como diversificação de negócios.

 

Modelo Quiosque Maria Açaí

Esse é o tradicional modelo para shoppings. Você pode tê-lo a partir de 160 mil reais já incluindo capital de giro. Esse modelo de negócio Maria Açaí está, em média, 20% mais barato que modelos similares de franquia de açaí e até mesmo de franquia de sorvete com sabor de açaí. Apesar de ser tradicionalmente instalado em praças de alimentação de shoppings centers, o modelo Quiosque da Maria Açaí também pode ser implantado em diversos locais, a exemplo dos nossos quiosques em centros comerciais, hipermercados, estações de metrô e praias como no Rio de Janeiro.

Maria Açaí modelo quiosque de shopping center
Quiosque Maria Açaí, em Shopping.

Veja aqui mais exemplos desse modelo.

 

Modelo Loja da Maria

Seguindo uma estratégia de operação enxuta, tanto o investimento inicial quanto a manutenção têm custos abaixo da média de mercado. E muito embora seja primor o conforto, esse modelo apresenta boa experiência visual com layout descolado e familiar que faz casais, crianças e qualquer outro tipo de cliente se sentir em casa, com música ambiente agradável e um aroma exclusivo que só o verdadeiro açaí exala ao ser batido na hora, seguindo a rigor estratégias de marketing multissensorial na experiência de consumo, a exemplos de grandes marcas como Starbucks e Mahogany.

Ainda assim, temos o modelo de loja para franquia de açaí competitivo, cujo investimento, inicia em 200 mil reais e paga-se em tempo menor que negócios similares – até 24 meses –, em média.

 

Modelo Contêiner

Esse modelo é o mais caro da Maria Açaí, no entanto, ainda abaixo do valor médio praticado no mercado, onde existem modelos de entrada de 350 mil reais, alguns deles, para vender sorvetes. O custo médio de entrada em franquias com modelo de quiosque, de acordo com listagem da ABF – Associação Brasileira de Franchising -, gira em torno de 250 mil reais, mas algumas podem iniciar em 100 mil, sendo consideradas microfranquias. O modelo contêiner tem custo inicial de 240 mil reais, já incluído o capital de giro.

Como os modelos Loja e Quiosque, o retorno do investimento ocorre, em média, no vigésimo quarto mês, podendo ser, portanto, antes ou depois desse prazo, a depender do desempenho da unidade, do empenho do franqueado ou franqueada. O grau de personalização do negócio também pesa nos cálculos de payback do investimento, bem como o tamanho da unidade, quantidade de funcionários e a compra inicial de estoque.

 

Maria Go, Mais Lucro

Afinal, quanto fatura uma franquia da Maria Açaí? Mensalmente em torno de 65 mil reais em vendas ou ao ano R$ 780 mil, havendo algumas unidades faturando anualmente 1.3 milhões de reais. Sabemos que a maior parte dos nossos 44% de parceiros multifranqueados obtêm um faturamento maior que a média da rede, com uma margem de lucro que algumas vezes ultrapassa os 30%. Ou seja, se sua loja faturar 65 mil reais ao mês com as vendas de açaí artesanal e sua margem ao menos chegar a 25%, seu lucro será de R$ 16.250, se bem administrados. O seu payback, neste caso, virá em pouco mais de 12 meses, mas preferimos sempre informar aos nossos franqueados um prazo superior.

Observando que nem todos os franqueados da Maria Açaí obtêm esse lucro mesmo com mais de uma operação, por qualquer motivo, criamos o Maria Go, um produto artesanal com altíssima concentração de açaí, algo inédito em ambos mercados (franchising e alimentação), não apenas pela enorme quantidade de açaí artesanal, sendo considerado um produto não categorizado como sorvete, mas também pelo tamanho, 120 g (peso líquido), e pelo custo, vendido com preço final decidido pelo franqueado. O Maria Go é sem glúten, sem lactose e contém apenas 4,2g de gorduras totais (contra mais de 11g nos sorvetes), é rico em fibra e tem sabor e aroma naturais de açaí.

O produto sai da fábrica para os franqueados por um valor simbólico de R$ 2,65 — dois reais e sessenta e cinco centavos! —, e embora tenha custo ao consumidor recomendado a apenas 5,90 reais é perfeitamente possível e livre ao franqueado parceiro escolher o preço final cobrado aos seus clientes B2B e B2C. Elevando sua margem de lucro de 120% a ganhos ainda maiores.

Maria Go, pote de creme de açaí 120 gramas
Maria Go, pote de 120g de creme de açaí com alta concentração de fruta

 

Para quem o franqueado da Maria Açaí pode vender Maria Go?

Restaurantes, supermercados, redes de panificadoras ou padarias e qualquer potencial varejista capaz de escalar suas vendas.

Caso você deseje incrementar seus lucros com o Maria Go em 5 mil reais, por exemplo, precisaria vender apenas 21 caixas de Maria Go (cada caixa contém 72 unidades de 120g), ou 1.500 unidades de potes do incrível Maria Go, uma quantia relativamente simples de ser vendida para os negócios mencionados acima.

Para comparação, uma simples distribuidora vende pelo menos 5 lotes, 4 a 10 caixas de determinado produto, em média e ao mesmo cliente B2B, para alcançar seus objetivos de venda de 100 a 1000 unidades, a depender do produto.

Cinco lotes de Maria Go, por exemplo, equivalem a 10 caixas ou pouco mais de 700 potes de 120g. Uma quantidade facilmente adquirida por supermercados e outros varejistas de porte intermediário.

Considerando ainda o segmento exclusivo do produto, seu design cativante e o público-alvo (qualquer pessoa que deseja ‘matar a vontade de açaí’, sem exagerar na quantidade; e seu apelo de produto natural e saudável), é possível que apenas um cliente B2B (rede de lanchonetes etc) seja suficiente para fazer com que sua meta de 5 mil reais extras seja atingida. Estamos falando da aquisição de apenas 10 lotes ou 21 caixas de um produto exclusivo no mercado.

 

Serviço de Distribuição e o Novo Maria Go

Na prática, é disso que se trata essa oportunidade oferecida pela Maria Açaí, mas com uma grande diferença em termos de vantagens, pois, número um, produzimos um produto de qualidade premium vendido a preço popular; número dois, as características que o transformam em algo desejado por nichos de saúde ou alimentação saudável e sobremesa com forte apelo ritualístico[1] (consumido após almoço até por quem tem problemas de saúde); número três, a exclusividade do custo-benefício e proposta que se traduzem em alta renda extra para franqueados da Maria Açaí, algo jamais visto no setor de frachising assim como outras ações inéditas da Maria Açaí Franqueadora Ltda, como o Programa Candidato-Franqueado, a Revista Franquia & Co., e os modelos de negócio com um produto saudável, resistente à sazonalidade e de excelente margem de lucro.

 

“É muito importante que as empresas pensem em rituais de marca que gerem experiências positivas e memoráveis a seus clientes. Engajar o cliente é o caminho”.

Gabriel Saul Maialli

 

Números da Atividade de Distribuição de Alimentos

A distribuição de alimentos é uma das principais pontas de amarras para a segurança alimentar em nosso país. A distribuição vem logo após a produção e escoamento através das nossas rodovias, portos e nos mais recentes projetos ferroviários de ampliação, em desenvolvimento ou finalizados.

É através desse serviço que os produtos que consumimos chegam aos supermercados para então serem postos em nossas mesas.

Não à toa, a representação comercial tem crescido e é considerada uma das mais seguras (financeiramente) devido a natureza dos produtos comercializados: alimentos. O lucro médio desses profissionais, muitos registrados como autônomos, ganham mais de 5 salários mínimos por mês, fazendo negociações por telefone e e-mail.

Aproveite essa chance e tenha um negócio ainda mais lucrativo.

[1] Rituais de marca bem definidos, além de encantarem seus clientes, podem ser uma boa ferramenta de diferenciação e geração de valor, principalmente em mercados comoditizados, onde os produtos em si não apresentam diferenciações técnicas competitivas. Obtido em: https://www.mundodomarketing.com.br/artigos/gabriel-saul-maialli/25213/a-importancia-dos-rituais-para-tornar-marcas-memoraveis.html. Site Mundo do Marketing, 16 de maio de 2022.

 

Franquia de sorvete ou franquia de açaí? Eis a Questão;

Vontade de açaí – O que acontece no seu cérebro ao consumir esse super alimento;

Açaí, a Pérola Negra da Amazônia;

Como Investir em Franquia — Conceitos e comparação com outros investimentos.

 

Baixe grátis:

 

[wpforms id=”5581″ description=”true”]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *