capa_blog_vontade-de-acai-o-que-acontece-no-seu-cerebro-ao-consumir-esse-super-alimento

Vontade de açaí – O que acontece no seu cérebro ao consumir esse super alimento

Vontade de açaí é uma frequente na vida de muitas pessoas. Este artigo especial explica porque alguns de nós ficamos “viciados” nesse superfood.

Os sabores são sentidos primariamente na língua, nas papilas gustativas. Os botões gustatórios, nas papilas, enviam a informação do sabor para uma região do cérebro chamada tálamo, precisamente a ínsula, onde se localiza o córtex gustatório, e finalmente a sensação é processada por completo em seu sistema nervoso. E apesar de todo esse aparente entroncado de atividades cerebrais, você tem aqui apenas percepções primárias, ou seja, a sensação dos sabores em questão de milissegundos.

Resumindo, a informação dos sabores passa da boca para o bulbo, na parte mais inferior da nossa cabeça, depois para áreas centrais e periféricas do cérebro. São nessas áreas finais onde acontece a fixação da memória relacionada com o prazer de consumir açaí.

Quando as informações de sabor chegam até a ínsula, no sistema límbico (responsável por nossas emoções), uma explosão de neurotransmissores como a serotonina — o hormônio do prazer —, opioides, dopamina e outros enchem o seu cérebro. Por gerar uma carga tão alta de bem-estar geral, seu cérebro memoriza essa sensação e irá pedir para repeti-la, isso devido à dopamina, responsável por motivar a busca pelo prazer ou recompensa.

É por isso que agimos de modo a repetir o consumo de certos alimentos, especialmente aqueles com boas quantidades de carboidratos na forma de amido, como o açaí.

Embora não seja de fato um alimento hipercalórico, o açaí possui 9,3% de carboidratos na forma de amido, o que confere sua textura cremosa ao ser batido. E mesmo que não saibamos ao certo o que explica o sabor e aroma inigualáveis do açaí, pode ser que essas características se devam a combinações entre as propriedades antioxidantes do açaí, sua pequena quantidade de carboidrato, seu éster e suas gorduras naturais.

Combinado com ingredientes crocantes, como os rocks da Ovomaltine®, frutas de sabores contrastantes e leite condensado, a experiência ao consumir o açaí é elevada a níveis de satisfação parecidos com diversas situações prazerosas, como uma massagem, ou como quando você está muito cansada e finalmente pode relaxar em uma cama bem macia e quentinha, e isso acontece especialmente aos carboidratos, sejam eles simples ou complexos.

 

Vontade de açaí - o que acontece no seu cérebro ao consumir esse super alimento

 

Embora haja quem acredite que o açaí só é gostoso por causa das combinações, alguns estudos e a própria experiência individual dos consumidores, indicam que esse super alimento amazônico é fundamental para o equilíbrio de sabor entre ingredientes. O açaí é para os pratos doces o que as carnes são para os salgados. Ao contrário do que parece ser, é o açaí, na verdade, que deixa o leite condensado e outros ingredientes ainda mais gostosos, equilibrados.

E não seria exagero dizer que o açaí pode servir em receitas e refeições salgadas também, veja, os nortistas, muitos amazonenses, e especialmente paraenses ribeirinhos preferem açaí sem açúcar, com farinha de tapioca e peixe frito, e fazem isso diariamente, demonstrando a versatilidade e a capacidade de o açaí em nos fazer repetir, repetir e repetir.

Nosso cérebro recebe o açaí de tal forma que o efeito causado pela ingestão é como um abraço ou um carinho nos finais de semana sem graça. Então, agora você já sabe… quando estiver com vontade de açaí, peça seu Maria Açaí.

 

Leia também:

Açaí, A Pérola Negra da Amazônia

Como Investir em Franquia — Conceitos e comparação com outros investimentos

O que são e o que fazem as Aceleradoras de Franquias?

 

Baixe grátis:

 

[wpforms id=”5581″ title=”true” description=”true”]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *